Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

02 setembro 2016

‘O Árabe do Futuro 2’ de Riad Sattouf


Ser jovem no Médio-Oriente (1984-1985). Depois de ‘O Árabe do Futuro’ (2015 LeYa Teorema), com argumento e desenho Riad Sattouf, o autor de banda desenhada francês de origem líbia regressa com o segundo volume ‘O Árabe do Futuro 2’. O álbum cobre o primeiro ano de escola do pequeno Riad na Síria, no período de 1984-1985, altura em que viveu entre a Líbia, França e Síria.

A novela gráfica autobiográfica ‘O Árabe do Futuro 2’ (2016 LeYa Teorema), revela ao longo de 160 páginas um alcance político, humor arrasador e grande sensibilidade. O relato literário pleno em forma de novela gráfica mostra um traço simples e narrativa fluída e descontraída. Um olhar justo e incisivo apoiado por uma linha flexível e expressiva e um código de cor sóbria.

O primeiro volume de ‘O Árabe do Futuro’, que relata a infância do autor de 1978 a 1984, foi distinguido no Festival d’Angoulême com o prémio Fauve d’Or 2014, para melhor álbum editado em França. ‘O Árabe do Futuro’ é uma trilogia de Riad Sattouf, também autor do álbum de banda desenhada ‘Pascal Brutal - Plus Fort que les Plus Forts’ (2009 L’Association), premiado com o Festival d’Angoulême - Fauve d’Or 2010, colaborador do jornal satírico ‘Charlie Hebdo’ e realizador do filme ‘Les Beaux Gosses - Uns Belos Rapazes’ (2009 Pathé).


Ver ‘Leya Teorema - O Árabe do Futuro’, ‘Riad Sattouf’ e ‘Allary Éditions - L’Arabe du Futur 2’.

28 agosto 2016

Visual Vocabulary - Designing with data


Simple techniques for bridging the graphics language gap. A representação visual da informação complexa na imprensa é um desafio para infografistas que exige técnicas simples para ultrapassar as lacunas da linguagem gráfica. No artigo ‘Simple techniques for bridging the graphics language gap’, o editor de visualização de dados do ‘Finantial Times’, Alan Smith, apresenta a gramática para a concepção e utilização de gráficos.

O diário britânico de economia e negócios desenvolveu o recurso de aprendizagem ‘Visual Vocabulary - Designing with data’ que está no centro da aprendizagem dos jornalistas da redacção. O objectivo é dar a reconhecer as oportunidades de usar gráficos com eficácia ao lado de texto.

‘Visual Vocabulary’ é inspirado no ‘The Graphic Continuum’, de Jon Schwabish e Severino Ribecca, que funciona como um ‘desbloquador de ideias’ para o desenvolvimento de infografias a partir de dados complexos. Consiste numa gama ampla de gráficos organizados por seis categorias básicas, uma gramática, necessáriamente simplificada, para a concepção e utilização de gráficos.

file:///C:/Users/Utilizador1/Downloads/Visual-vocabulary.pdf

Ver ‘Finantial Times - The Chart Doctor’ e ‘The Graphic Continuum’.

24 agosto 2016

Literature Infographics


Discover in-depth literary analysis via infographics for all your favorite books. A plataforma de aprendizagem online para estudantes Course Hero oferece recursos para o estudo. O portal de ensino norte-americano disponibiliza agora a colecção ‘Literature Study Guides’ que recorre à infografia para a análise literária de clássicos de ficção.

Com os manuais digitais ‘Literature Study Guides’ é possível descubrir de maneira única e em profundidade as obras literárias. Os guias representam visualmente a informação sobre personagens, temas, autores e dispositivos literários.

A colecção ‘Literature Study Guides’ conta já com cinco dezenas de títulos, entre originais de autores anglo-saxónicos e traduções para a língua inglesa.



Ver ‘Course Hero - Literature Study Guides’ e ‘Course Hero - Literature Infographics‘.

20 agosto 2016

‘The Best American Infographics 2016’


A showcase of the most creative and effective visualizations of data from the past year. O jornalista norte-americano Gareth Cook, colaborador do ‘The New York Times’ e editor do blogue de neurociência ‘Scientific American - Mind Matters’, lança a quarta edição anual do livro ‘The Best American Infographics’, que apresenta os melhores exemplos de representações visuais de informação. O jornalista de ciência norte-americano Robert Krulwich, da rádio NPR, é o autor da introdução da obra.

Gareth Cook reune nas 176 páginas de ‘The Best American Infographics 2016’, publicado pela Houghton Mifflin Harcourt, gráficos e mapas capitalizando a proliferação de infografias e visualizações de dados nos media para revelar padrões globais.

Galardoado com o Pulitzer Prize 2005 pela sua capacidade em explicar com clareza a complexidade científica e a dimensão ética da pesquisa, Gareth Cook é o editor de ‘The Best American Infographics’ na colecção The Best American Series, da Houghton Mifflin Harcourt, que já conta com o título anual ‘The Best American Comics’, iniciado em 2006.


Ver ‘Gareth Cook - Is a writer and editor’ e ‘HMH - The Best American Infographics 2016'.

16 agosto 2016

ÑH cruza el charco


¡Hola América! Os Premios ÑH regressam em 2016 com mais força e presença, como o concurso de jornalismo visual a tornar-se intercontinental, abrindo-se de Portugal e Espanha à América Latina. A edição deste ano contempla a nova categoria Diarios y Semanarios Populares e anuncia o ÑH Congreso Anual del Diseño Periodístico para Novembro, em Medellín (Colômbia).

Os Premios ÑH - Lo Mejor del Diseño Periodístico España & Portugal foram criados pelo SNDE Capítulo Español de la Society for New Design para impulsionar a qualidade do jornalismo visual em Espanha e Portugal, para apostar numa aproximação entre desenho, fotografia, infografia e ilustração nas redacções e para reconhecer as boas práticas nos media.

A SND-E criou em 2004 os Premios e Congreso ÑH para o reconhecimento da qualidade informativa-visual da imprensa ibérica. O concurso avalia e premeia os melhores trabalhos de design gráfico, infografia, fotografia e ilustração, da imprensa escrita nacional de Portugal e Espanha.


Ver ‘ÑH - Lo Mejor del Diseño Periodístico’ e ‘SNDE - Capítulo Español de la Society for New Design’.

30 julho 2016

Call for Entries to the European Newspaper Award


Deadline: October 4, 2016. O envio de trabalhos ao 18th European Newspaper Award decorre até 04 de Outubro, com os resultados do concurso a serem anunciados em Novembro e Dezembro. O prémio é considerado a maior competição europeia de design de jornais.

O objectivo do European Newspaper Award é contribuir para o fomento do intercâmbio de informações sobre a concepção e desenho de jornais a nível europeu. A iniciativa criada, em 1999, pelo designer de imprensa Norbert Kupper, é complementada com o European Newspaper Congress. 

O júri composto por mais de uma dezena de designers, jornalistas e professores de jornalismo reúne-se na Alemanha para distinguir trabalhos em 20 categorias de mais de duas centenas de jornais europeus a concurso. Nas últimas edições do European Newspaper Award, Portugal conquistou prémios na categoria Infographics com trabalhos publicados pelo 'Expresso', 'Diário de Notícias' e 'Jornal i'.


Ver ‘European Newspaper Award’ e ‘18th European Newspaper Award - Call for Entries Brochure’.

26 julho 2016

‘Criminosos do Sexo’


Volume Um - Um Truque Estranho. O jovem casal Suzie e Jon têm o poder bizarro de fazer parar o mundo ao seu redor quando fazem sexo. Perante esta capacidade decidem assaltar bancos, sem saber que outras pessoas estão monitorando o que acontece quando o tempo está congelado. ‘Criminosos do Sexo’ é uma série mensal de banda desenhada publicada originalmente nos Estados Unidos pela Image Comics desde 2013.

O ‘Volume Um - Um Truque Estranho’, agora lançado em versão portuguesa, reúne as cinco primeiras edições de ‘Criminosos do Sexo’, num livro de 136 páginas e capa dura editado pela Devir Portugal. A série ‘Sex Criminals’ foi criada pelo argumentista norte-americano Matt Fraction e pelo ilustrador e designer canadiano Chip Zdarsky. Uma história perspicaz junta-se a uma coloração e desenho inventivo.

Em 2013, a série ‘Sex Criminals’ foi eleita a novela gráfica do ano pela newsmagazine ‘Time’. Já em 2014, foi distinguida como Best New Series nos prémios Eisner Awards e Harvey Awards.

“Chip Zdarsky's fluid, brightly hued artwork is dense with smutty gags, but this is a deeper, more understated comedy than it initially seems.” 
The New York Times 



 

Ver ‘Devir Portugal - Livraria’, ‘Image - Sex Criminals’ e ‘Chip Zdarsky’.

22 julho 2016

Eisner Awards 2016


‘Ruins’, de Peter Kuper, eleito Graphic Album - New. A novela gráfica ‘Ruins’ (SelfMadeHero), de Peter Kuper, acaba de ser distinguida com o Eisner Award - Best Graphic Album - New 2016, prémio para melhor livro de banda desenhada inédito publicado nos Estados Unidos. A obra conta a história de um casal norte-americano a caminho de um ano sabático na cidade mexicana de Oaxaca.

Os Eisner Awards, o mais importante prémio para a realização criativa da banda desenhada norte-americana (comics e graphic novels), são promovidos anualmente durante a convenção San Diego Comic-Con International, na Califórnia.

Os prémios distribuem-se por três dezenas de categorias cujos candidatos foram nomeados por um painel de cinco membros e votados por profissionais da banda desenhada. A 28ª edição da San Diego Comic-Con International contou com 130 mil visitantes e centenas de artistas e expositores.

EISNER AWARDS 2016  
Best Graphic Album - New (melhor álbum inédito)   
‘Ruins’ Peter Kuper (SelfMadeHero)  
Best Single Issue or One-Shot (melhor edição única ou especial)   
‘Silver Surfer #11: Never After’ Dan Slott & Michael Allred (Marvel)  
Best Continuing Series (melhor série continuada)   
‘Southern Bastards’ Jason Aaron & Jason Latour (Image)    
Best Limited Series (melhor série limitada)   
‘The Fade Out’ Ed Brubaker & Sean Phillips (Image)  
Best New Series (melhor nova série)   
‘Paper Girls’ Brian K. Vaughan & Cliff Chiang (Image) 


Ver 'Comic-Con International - Eisner Awards', 'Peter Kuper - Illustration' e 'SelfMadeHero - Ruins'.

14 julho 2016

Kantar Information is Beautiful Awards 2016


Entries and nominations are now open. O site ‘Information is Beautiful’, editado por David McCandless, promove a sexta edição dos Kantar Information is Beautiful Awards, prémios que visam celebrar a visualização de dados e infografia e distinguir profissionais, de qualquer país. As entradas decorrem até 16 de Setembro com os premiados a serem anunciados no início de Novembro.

 A edição de 2016 do concurso Kantar Information is Beautiful Awards divide-se pelas Public Categories (Data Visualization, Infographic, Interactive Visualization, Data Journalism, Dataviz Tool, Dataviz Website, Dataviz Project) e Special Award Categories (Outstanding Team, Outstanding Individual, Student Award, Community Award, Commercial Project, Studio of the Year, Best Non-English Language Viz e Rising Star). Em cada categoria serão atribuidos prémios monetários bronze, prata e ouro, e concedido o apuramento para o prémio Most Beautiful.

David McCandless é consultor da Orange e BBC, colaborador da ‘Wired’ e ‘The Guardian’ e autor dos livros ‘Information is Beautiful’ (2009 Collins), ‘The Visual Miscellaneum’ (2009 Harper Design) e ‘Knowledge is Beautiful’ (2014 Collins).


Ver ‘Kantar Information is Beatiful Awards’ e ‘Information is Beatiful - ideas, issues, knowledge, data - visualized!’.

10 julho 2016

Prémio Nacional de Ilustração 2015


‘Dança’ de João Fazenda. O ilustrador João Fazenda acaba de vencer o PNI 2015 - 20º Prémio Nacional de Ilustração, promovido pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, pelas ilustrações de 'Dança', numa edição da Pato Lógico. O prémio tem como objectivo reconhecer e incentivar o trabalho de artistas no domínio da ilustração de livros para crianças e jovens em Portugal.

O livro ‘Dança', de 32 páginas, conta a história de um casal em que ele quer dançar, mas o corpo não obedece e ela é leve e balança. O autor João Fazenda, de 37 anos e a viver e trabalhar entre Lisboa e Londres, colabora com o ‘Público’, ‘Visão’, ‘Time Out Lisboa’, ‘The New York Times’, ‘The Guardian’ e ‘El País’ e já foi distinguido com prémios de excelência pela Society for News Design. O seu livro ‘Tu és a Mulher da minha Vida, ela a Mulher dos meus Sonhos’ (2001 Edições Polvo) foi eleito Melhor Álbum Português no Amadora BD Festival Internacional de Banda Desenhada.

O júri PNI 2015 foi composto por Susana Lopes Silva (ESE PP), Manuel San Payo (FBAUL) e Ana Castro (DGLAB). Considerada a mais importante distinção na área da ilustração, o Prémio Nacional de Ilustração atribuiu ainda menções especiais às ilustrações ‘Verdade?!’ (Pato Lógico), de Bernardo P. Carvalho, e ‘Gato Procura-se’ (LeYa Caminho), de Yara Kono.


Ver 'DGLAB - PNI 2015', ‘Pato Lógico - Dança’ e ‘João Fazenda - Ilustração’.

06 julho 2016

We should express proportions with care


#2. Expressing Proportions. Expressar a relação proporcional de um valor para outro é uma tarefa comum quando se trabalha com dados quantitativos. As proporções podem ser complicadas de entender quando não são expressas graficamente da maneira mais clara e informativa. Na verdade, podem ser enganadoras e muitas vezes são, pelo que requerem a compreensão de conceitos e não apenas habilidade no design gráfico.

O norte-americano Stephen Few, fundador da consultora de infografia e visualização de dados Perceptual Edge, alerta que as proporções devem ser expressas com cuidado e propõe algumas orientações simples no artigo ‘Expressing Proportions’, na publicação trimestral ‘Visual Business Intelligence Newsletter’.

Stephen Few é professor na University of Califórnia e autor dos livros ‘Information Dashboard Design’ (2006 O'Reilly Media), ‘Now You See It’ (2009 Analytics Press), ‘Show Me the Numbers’ (2012 Analytics Press) e ‘Signal’ (2015 Analytics Press).


Ver ‘Visual Business Intelligence Newsletter - Expressing Proportions’ e ‘Perceptual Edge - For enlightening analysis and communication’.

02 julho 2016

The donut chart is no worse than the pie chart


#1. An Illustrated Tour of the Pie Chart Study Results. As infografias são baseadas na diferença entre o que os leitores pensam que vêem e o que lhes é mostrado. A forma como se lêem gráficos de pizza pode ser errada e os gráficos de rosca (donut) não são piores do que os gráficos de pizza. Estudos sobres esses erros de suposição ajudam a tornar claras as diferenças.

Alvo de estudos e investigação, o funcionamento dos gráficos de pizza é o tema do artigo ‘An Illustrated Tour of the Pie Chart Study Results’, publicado no site ‘EagerEyes’, de Robert Kosara. Os gráficos de sectores, tradicionalmente designados gráficos de pizza, são diagramas circulares onde os valores de cada categoria estatística representada são proporcionais às respectivas medidas dos ângulos.

Professor de Computer Science na universidade UNC Charlotte (Carolina do Norte - Estados Unidos), o austríaco Robert Kosara é colaborador da Tableau Software, editor do site ‘EagerEyes’ e investigador em Visualização de Informação. Professor de Computer Science na universidade UNC Charlotte (Carolina do Norte - Estados Unidos), o austríaco Robert Kosara é colaborador da Tableau Software, editor do site ‘EagerEyes’ e investigador em Visualização de Informação.


Ver ‘EagerEyes - An Illustrated Tour of the Pie Chart Study Results’.

20 junho 2016

A track unlike any other


Luís Taklim for ‘International New York Times’. O circuito citadino do Mónaco é a antítese de um uma moderna pista de Formula 1. É muito estreito, tem curvas apertadas e muitas mudanças de nível o que o torna dos mais exigentes. Ziguezagueando por Monte Carlo, o circuito tem vista para o Mediterrâneo e o seu traçado urbano quase não mudou em 90 anos. A infografia ‘A Track Unlike Any Other’, publicada na versão impressa do ‘International New York Times’, representa graficamente a prova e é da autoria de Luís Taklim, fundador e director de arte da Anyforms. É a segunda de uma série sobre o Formula 1 World Championship.

Impresso em 38 locais de todo o mundo e à venda em mais de 160 países, o diário ‘International New York Times’ é a edição global do jornal norte-americano ‘The New York Times’. O diário tem sede em Paris (França), edição em formato broadsheet e uma circulação de 242 mil exemplares.

Fundada em 2001, a agência de design de comunicação Anyforms produz infografia e ilustração. Cria ilustração editorial e científica e mapas ilustrados e jogos didácticos, aplicando sempre conceitos inerentes à infografia. Os desdobráveis Mapas Ilustrados Anyforms, dedicados à divulgação da cultura e património, são o centro da actividade da agência sediada em Queluz (Lisboa).


Ver ‘International New York Times - Everybody’s Favorite Formula One Throwback’ e ‘Anyforms - Competências visíveis na representação gráfica da informação e do conhecimento’.

16 junho 2016

Glorybox ganha prémios APOM 2016


Associação Portuguesa de Museologia. A gestora integrada de património Glorybox acaba de conquistar os Prémios APOM 2016, na categoria Melhor Trabalho de Museografia, pela produção de conteúdos e tecnologia para o Museu Municipal de Pinhel. Na categoria Melhor Informação Turística foi distinguida com a menção honrosa pela estratégia para dar a conhecer o Museu Arqueológico e Etnográfico Manuel Vicente Guerreiro (Almodôvar). Em ambos os trabalhos, a agência de design de comunicação Anyforms foi parceira na criação de ilustração e infografia.

Com sede em Aveiro, a Glorybox dedica-se à gestão e produção de conhecimento para a difusão e protecção do património cultural, criando projectos únicos e inovadores de museus, centros de interpretação, exposições, gestão patrimonial, novas tecnologias e marketing cultural.

Os Prémios APOM, instituídos pela Associação Portuguesa de Museologia, têm como objectivo incentivar e premiar a imaginação e a criatividade dos museólogos portugueses e o seu contributo efectivo na melhoria da qualidade dos museus em Portugal, sendo também uma forma de dar visibilidade ao que de melhor se faz no âmbito da museologia.



Ver ‘APOM - Associação Portuguesa de Museologia’, ‘Glorybox - Be glourious’ e ‘Anyforms - Design de Comunicação’.

12 junho 2016

O design que se tornou arte


‘Designers Portugueses - Jorge Silva’. O sétimo volume da colecção ‘Designers Portugueses’ é dedicada a Jorge Silva, especialista em direcção de arte de publicações periódicas, ilustrador e designer. Jorge Silva foi director de arte do jornal político ‘Combate’ (1978 a 2003) e do semanário ‘O Independente’ (1991 a 2000), criou os suplementos ‘Y’ e ‘Mil Folhas’, em 1999, para o jornal ‘Público’, dos quais fez a direção de arte nos anos de 2000 e 2001.

Em 2001, Jorge Silva funda o atelier Silvadesigners e, de 2007 a 2010, é director de arte da editora LeYa. Desde 2011 é responsável pela ‘Colecção D’, da Imprensa Nacional Casa da Moeda.

O jornal ‘Público’, da Sonaecom, lançou a colecção exclusiva de 13 livros ‘Designers Portugueses’, coordenada por José Bartolo, que retrata a vida e obra de 13 grandes designers que revolucionaram o design português. O design das capas é da autoria de Inês Nepomuceno e o miolo do GSA Design. O sétimo volume, ‘Designers Portugueses - Jorge Silva’ é lançado com o ‘Público’ de terça, 14 de Junho por mais 6,90 euros.


Ver ‘Público Colecção Designers Portugueses’ e ‘Silvadesigners’.