Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

02 março 2009

Mudança


O ‘i’, novo jornal da Lena Comunicação/Sojormedia, será publicado de segunda a sábado e deverá chegar às bancas em Maio.

O ‘i’ dirige-se à classe alta, um público que olha para a informação com rigor e exigência. Martim Avillez Figueiredo, director da publicação pensa que “há um enorme mercado não preenchido. Temos a certeza que não vamos fazer sumir leitores dos outros jornais”.

Este público-alvo passará a ter disponível um jornal com um formato igual ao diário espanhol ‘ABC’, agrafado, com um papel mais pesado e com menos 35 a 40 por cento de páginas do que os outros jornais. Um diário custará o mesmo que os outros e que não terá suplementos, com excepção de uma revista publicada ao sábado e editada por Pedro Rolo Duarte.

De segunda a quarta-feira o jornal terá uma dinâmica, diferente da que terá à quinta, sexta e sábado. O novo jornal divide-se pelas secções Opinião, Radar, Zoom e Mais.

A Radar é a zona chave do projecto, a secção onde o leitor fica a saber o que se passa e que remete para a Zoom, onde se poderão perceber melhor os temas que o jornal escolhe para desenvolver. A Mais será a secção para sentir as tendências mais criativas, onde se tratarão de temas de cultura e entretenimento, mas também de desporto.

Duas razões levaram a que a equipa que dirige o ‘i’ decidisse não colocar o jornal nas bancas ao domingo. Cerca de 77 por cento das bancas estão fechadas ao domingo, dia em que só compra jornais quem os procura. Além disso, para sair ao domingo seria preciso ter mais 33 por cento de pessoas a trabalhar para funcionar sete sobre sete dias, o que é considerado um absurdo financeiro.

A equipa do ‘i’ é constituída por 74 jornalistas. De modo a ter correspondentes em vários locais do país, o novo diário vai recorrer à rede de jornais regionais da Sojormedia. Além disso, o ‘i’ estabeleceu um acordo de outsourcing com a revista ‘Time Out’. A equipa da revista assegura algumas partes do Mais, nas áreas de lazer e entretenimento.

O online, a par do papel, é um dos eixos do novo projecto. O site não será um portal, mas antes um um 'hub', que receberá as vistas e as distribuirá. Agrega ainda notícias, para não obrigar a um zapping de sites.

O novo jornal representa um investimento global de 10,4 milhões de euros que começará a ser rentável daqui a cinco anos, de acordo com as previsões.

A campanha de promoção do 'i' arranca ainda em Março em diversos meios, como rádio, imprensa e televisão. A distribuição será assegurada pela Vasp em todo o país.

Sem comentários: