Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

04 abril 2009

Com orgulho


"Vamos a isto. Bem vindo à Playboy". António Manuel Lopes da Silva Alexandre Pais, director do diário desportivo ‘Record’, da Cofina Media, é o director da edição portuguesa da revista ‘Playboy’.

Ao longo de 45 anos de carreira, Alexandre Pais dirigiu também o diário ‘24horas’, os semanários ‘Tal & Qual’ e ‘Off-Side’ e as revistas ‘Mundial’, ‘Élan’ (a primeira revista masculina portuguesa) e ‘Tomorrow’, entre outras.

Alexandre Pais, de 63 anos, é actualmente colunista da ‘Sábado’ e integra o conselho editorial desde o lançamento da newsmagazine da Cofina Media, em 2004.

O jornalista assumiu a direcção da ‘Playboy’ com o nome Manuel Lopes da Silva, não registado na Comissão da Carteira Profissional de Jornalista, sendo anunciado agora tratar-se de Alexandre Pais, nome que passará a constar na ficha técnica da revista da Frestacom.

4 comentários:

Gonçalo Pereira disse...

Perdão??? Dirigiu a revista "Mundial"???

Um amigo disse...

Meus caros, isto é mentira. Convém que averiguem as coisas antes de escreverem.

www.anyformsdesign.com disse...

PERDÃO? DIRIGIU A REVISTA 'MUNDIAL'?

Gonçalo Pereira, lamento se a informação não é correcta.

A fonte é oficial: o próprio jornal 'Record'.

Agradeço a rectificação.

Ver

http://www.record.pt/noticia.aspx?id=00812696-3333-3333-3333-000000812696&idCanal=00003516-0000-0000-0000-000000003516


Anyforms

www.anyformsdesign.com disse...

UM AMIGO DISSE...

Amigo, tenta-se publicar factos e não rumores.

Não foi possível averiguar junto do protagonista da notícia. Ainda assim, decidiu-se publicar por a fonte sempre ter merecido credibilidade.

Vamos aguardar pela próxima edição da revista para esclarecer este (pequeno) grande mistério.

Entretanto, a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista determinou a abertura de um processo de contra-ordenação à Frestacom, proprietária da revista Playboy.

Em causa está o nome do director da revista, publicado na ficha técnica do primeiro número, Manuel Lopes da Silva, que não se encontra registado na comissão da carteira, condição exigida para desempenhar essas funções.

A empresa incorre numa coima entre os 2500 e os 15 mil euros.


Anyforms