Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

28 setembro 2012

“Bad use of infographic by Binyamin Netanyahu”


Areas sized wrongly - 10% segment far less than half 20%. O ponto alto da intervenção do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, na Assembleia Geral das Nações Unidas, foi o recurso a uma infografia para avisar que a "marca vermelha", que o programa nuclear iraniano não pode ultrapassar, é o enriquecimento de urânio de médio grau, que deverá estar concluído "na próxima Primavera, no máximo próximo Verão".

O gráfico na forma de uma bomba, mostra, de cima para baixo, os diferentes níveis até uma bomba nuclear estar pronta. O enriquecimento ligeiro está concluído e o médio (até 90 por cento do total) prossegue. Depois desta fase, serão precisos "apenas alguns meses, possivelmente semanas", para o Irão ter combustível suficiente para uma bomba nuclear, disse.

Num momento inusitado, Benjamin Netanyahu pegou mesmo num marcador vermelho e traçou a linha antes da última fase. "Nada pode perigar mais o mundo do que um Irão com armas nucleares", alertou. Apesar da brilhante opção pela comunicação visual o primeiro-ministro israelita faz um mau uso da infografia uma vez que as áreas do gráfico estão avaliadas erradamente. James Ball, jornalista de dados do ‘The Guardian’, tuitou de imediato: “Bad use of infographic by Binyamin Netanyahu. Areas sized wrongly - 10% segment far less than half 20%”.


Ver ‘The Guardian - Binyamin Netanyahu demands 'red line' to stop Iran nuclear programme’.

Sem comentários: