Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

20 dezembro 2013

Banda Desenhada do real


BD Reportagem. Nos últimos anos, surgiram na cena mundial de banda desenhada novos autores a explorar as possibilidades de observar e discutir o mundo contemporâneo. Autobiografias, diários, relatos de viagens, crónicas históricas e caricatura documental abordam diferentes temas e questões do real, representado com a veracidade da informação visual. A banda desenhada do real busca a objectividade e imparcialidade. Compõe personagens, reconstitui factos e desenvolve narrativas com base em investigações jornalísticas. Na 'Blimunda', revista digital da Fundação José Saramago, Sara Figueiredo Costa escreve sobre 'Meios Cruzados - BD e Reportagem'.

Depois de em 2008 ter sido lançada a revista trimestral francesa 'XXI', que trata a banda desenhada como um género jornalístico, o ano de 2013 viu surgir a publicação trimestral francesa ‘La Revue Dessinée’ com artigos, reportagens e crónicas exclusivamente em banda desenhada. O ano de 2014 inicia-se com o Festival d'Angoulême, o mais importante festival de banda desenhada europeu, a ter como tema principal 'La BD du Réel', um olhar sobre os autores de banda desenhada que usam a observação para narrar o mundo que os rodeia.

Nos Estados Unidos e Canadá, autores como Art Spiegelman, Joe Sacco e Guy Delisle combinam o jornalismo com a banda desenhada, o discurso jornalístico com a arte sequencial. Em França, destacam-se autores como Emmanuel Guibert, Marjane Satrapi, Catherine Meurisse, Sylvain Ricard, Marion Montaigne, Riad Sattouf, Phillipe Squarzoni, Mathieu Sapin e Etienne Davodeau.

 




Ver 'La Revue Dessinée''XXI - 'L'Information Grand Format' e '41e Festival d'Angoulême'.

Sem comentários: