Infografia. Ilustração. Desenho Editorial. Banda Desenhada

Páginas

22 junho 2015

‘O Árabe do Futuro’ de Riad Sattouf


Ser jovem no Médio Oriente 1978-1984. A novela gráfica autobiográfica ‘O Árabe do Futuro’ (2015 LeYa Teorema), com argumento e desenho do francês de origem líbia Riad Sattouf, conta a infância do autor no Médio-Oriente, de 1978 a 1984, entre a Líbia de Muammar Kadhafi e a Síria de Hafez al-Assad. A obra foi distinguida no Festival d’Angoulême com o prémio Fauve d’Or 2014, para melhor álbum editado em França.

Ao longo de 160 páginas, ‘O Árabe do Futuro’ revela alcance político, humor arrasador e grande sensibilidade. O relato literário pleno em forma de novela gráfica mostra um traço simples e narrativa fluida e descontraída. Um olhar justo e incisivo apoiado por uma linha flexível e expressiva e um código de cor sóbria.

‘O Árabe do Futuro’ é o primeiro volume de uma trilogia cujo primeiro título já atingiu em França os 220 mil exemplares vendidos e direitos de tradução para 16 línguas. O segundo volume acaba de ser lançado em França pela Allary Éditions, com um tiragem de 130 mil exemplares. Riad Sattouf é também autor do álbum de banda desenhada ‘Pascal Brutal - Plus Fort que les Plus Forts’ (2009 L’Association), premiado com o Festival d’Angoulême - Fauve d’Or 2010, colaborador do jornal satírico ‘Charlie Hebdo’ e realizador do filme ‘Les Beaux Gosses - Uns Belos Rapazes’ (2009 Pathé). 


Ver ‘LeYa Teorema’, ‘Riad Sattouf’ e ‘Allary Éditions - L’Arabe du Futur 2’.

Sem comentários: